A ABNT publicou em 04/10 a NBR 16690 – Instalações elétricas de arranjos fotovoltaicos – Requisitos de projeto.

NBR-16690-Publicada

E isso me importa? Sim, e muito.

Vamos contar um pouco sobre a norma e sua importância para o mercado.

A História da NBR 16690

A iniciativa da norma foi uma preocupação dos membros mais proeminentes do setor fotovoltaico à época de seu inicio.

NBR-16690-Historia
Imagem de Jonny Lindner por Pixabay

Por se tratar de uma norma de instalações elétricas e de sistemas fotovoltaicas, o seu desenvolvimento envolveu pessoas e empresas de ambas as especialidades.

Iniciado os trabalhos ocorreram 6 reuniões em 2016 do Grupo de Trabalho de sistemas fotovoltaicos.

Após a conclusão do trabalho por esse grupo, a norma foi encaminhada a Comissão de Instalações elétricas, onde tivemos mais 5 reuniões, até que o texto estivesse pronto para ir a consulta pública, em Dezembro de 2016.

O tempo passa, o tempo voa e a poupança Bamerindus…

A expectativa era que em 2017 a norma iria a consulta pública.

NBR-16690-Tempo
Imagem de annca por Pixabay

Por motivos que não sei explicar (forças ocultas?), a consulta só ocorreu em maio/2018, e durou 60 dias.

Após essa etapa da consulta, a comissão se reuniu em duas ocasiões para apreciar os votos, e algumas mudanças foram realizadas.

Essas mudanças obrigaram a uma nova consulta, que ocorreu em 2019, tendo, após isso, uma nova reunião da comissão para analisar os votos.

Dessa vez, sem alterações no conteúdo, a norma foi aprovada.

Importância da norma

Para os sérios e bons profissionais a publicação dessa norma é um marco.

Em um mercado que tem valorado preço em detrimento da engenharia, e com escassa literatura em instalações elétricas voltados para a energia solar fotovoltaica, os responsáveis técnicos pelos projetos e execuções tem um norte.

NBR-16690-Engenheira
Imagem de sagoodi por Pixabay

Para as empresas de engenharia consultiva, peritos judiciais, responsáveis por gerenciamento de obras e projetos, uma norma nacional traz aspectos positivos.

Quem participou da Elaboração?

Como dito anteriormente, a norma contou com participações de profissionais e empresas de instalações elétricas e de fotovoltaica.

Com isso, é de se esperar que os envolvidos lutem por uma adequação do mercado, começando por suas empresas.

De onde veio a norma?

E a norma surgiu do nada?

nbr-16690-de-onde-veio
Image by pasja1000 from Pixabay

A NBR 16690 foi baseado na IEC/TS 62548, mas também analisamos uma série de outras normas, como a IEC 60364-7-712.

É uma norma baseada, mas não é COPIADA.

Fizemos algumas alterações quando comparada com a IEC, afinal, nossa realidade é diferente de outros países, e a norma deve refletir isso.

O que você precisa saber AGORA

nbr-16690-importante
Image by Clker-Free-Vector-Images from Pixabay

Essa norma complementa a NBR 5410. É impossível aplicá-la ou compreendê-la sem o devido conhecimento na NBR 5410.

Então, sabe aquele curso que te afirma que nem precisa saber eletricidade para projetar e instalar energia solar fotovoltaica?

Nos próximos posts, abordaremos alguns pontos da norma, mas enquanto esperamos, assistam ao Webinário que fiz sobre o assunto para o Leonardo Energy.

Webinar Leonardo Energy

Ah, e quer aprender ao dimensionamento de usinas de mini geração, já de acordo com a NBR 16.690?

Veja nosso Curso – Dimensionamento Elétrico de Usina FV de 1MW – Modulo 1 CC

8 comentários em “NBR 16690 – Energia solar fotovoltaica e sua norma”

  1. Rodrigo Batista

    Grato pela resposta e por saber que teremos vossa opinião Vinicius! A série de posts em seu blog, assim como fez para o dimensionamento de clientes grupo A, por exemplo, ficaria bem legal em minha opinião! De qualquer forma, bons conteúdos são sempre bem vindos, independente do formato, grande abraço.

  2. Rodrigo Batista

    Grato Vicius, pela resposta e por saber que haverá sim o conteúdo! O formato de posts que você já adota no seu site fica bem legal, de fácil e rápida leitura, fica minha sugestão! Grande abraço.

  3. Jeferson Fischer

    Boa noite, Vinicius. A nova norma prevê algo sobre o seccionamento do condutor neutro, qual a tua opinião sobre o assunto? visto que trata-se de um quadro de transferência de potência.

    1. Jeferson, a 16690 apenas trata do lado CC. No lado CA, vale a 5410, onde o neutro pode ser seccionado, desde que ele não tenha a função de PEN. Não temos modificações quanto a isso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.