PDCA uma ferramenta de gestão

Chegou aqui agora?

Então dá uma olhada que tem mais posts de gestão de negócios no blog.
Por exemplo, temos uma serie de gestão de clientes, tá?

Vamos desembaralhar a  “sopa de letras”

 Algumas ferramentas de gestão são conhecidas por um conjunto de letras.

Portanto, vamos desembaralhar os conceitos para facilitar a utilização no nosso segmento de energia solar/FV.

A ideia é simplificar: conteúdo enrolado tem muito por aí 

Pixabay ArekSocha

 Mãos a obra!

 

PDCA,  o que é?

É uma ferramenta, dentre outras, de gestão empresarial.
Pode ser empregada também na gestão de projetos, de processos, enfim tem diversas aplicações. 

Você, como eu e a maioria das pessoas, consegue reter melhor o conceito quando a associado à uma imagem, não é? Favorece também a memorização!

Por isto, logo abaixo tem uma figura para exemplificar o que é o PDCA.

Pixabay Pete Linforth

 

E o que significa cada uma das letras? 

P para Plan 

D para Do

C para Check

para Act no termo em inglês  e

P para Planejar,

D para Fazer, 

C para Controlar  e

A para Agir trazendo para o português

Vamos definir melhor:

Considere que

  • tudo, tudo mesmo, tem início com o planejamento,
  • depois de planejado é que “deveria” começar a execução do serviço,
  • durante a execução, vamos aferir, ou seja, medir possíveis desvios e
  • estabelecer ações para minimizar, assumir ou prevenir os desvios!

Então, por exemplo, você deseja iniciar atividades de projetos elétricos de solar/FV.
Na categoria de projetos elétricos, fechamos ainda mais o objetivo: vamos explorar a Especificação de componentes da instalação. 

Este será o objetivo principal do seu planejamento:  Especificação de componentes do seu projeto elétrico de solar/FV.

Bora começar!?

Pixabay 95C

 

Mãos na massa:

estabelecendo o que se faz em cada “letra” do ciclo

 

P = Planejar

→Pode ser no papel, pode ser digital. O que não pode é não fazer ou deixar tudo na cabeça!

→Estabeleça a ordem de prioridades das atividades, determine prazo, lembre também dos recursos necessários.

É na fase de planejamento que se definem os aspectos de segurança, do desempenho a atingir, das equipes, do perfil de cada integrante da equipe, de quanto $$ é necessário; como que uma atividade libera a outra e assim por diante.
Sem correria, sem atropelar.
Faça seu documento, reveja, pesquise, troque ideias com colegas do setor mais experientes. Eles podem trazer aquele item que faltou e que vai fazer toda a diferença depois, combinado?

 

D = Fazer

→Planejamento redondinho? Então é começar a agir, a fazer mesmo a atividade.

→Observe sempre o que você planejou que é o seu “mapa de navegação”

 

 

  

 C = Controlar

→Foi encontrando diferenças entre o que você planejou e o que está acontecendo na execução? Ôpa, oportunidade!

→Registre o melhor possível o desvio, possíveis causas, consequências e medidas que adotou para reverter a situação. 

 

A = Agir

→Os desvios identificados e demais anotações que você fez durante o controle devem ser refletidos em ações.

→É o que se chama de Plano de Ação, ou seja, podem ser otimizadas as providências que você tomou? Como fazer para implementar melhorias e reduzir problemas?  

Resumindo: 

para um objetivo, o ciclo PDCA acontece diversas vezes.

E qual é a cara do PDCA qual é ? 

PDCA

 

Numa versão simples, num software destes de desenhos básicos, você pode fazer um esquema assim, por exemplo:


 

Em cada quadrante é só “puxar” caixas de texto e ir preenchendo.

O que vai contar mesmo é o que você vai inserir em cada quadrante, tá?

 

 Dúvidas até aqui? Retorna a leitura, se for o caso, e depois vamos adiante!

Reforçando as etapas do PDCA

  1. Definir o objeto da sua analise
  2. Preencher as etapas de acordo com a categoria : planejar, fazer, controlar e agir

Lembretes úteis

Quadros de retângulo quadrado de papel Post-it Note, outros, diversos,  ângulo, texto png | PNGWing

Vamos considerar que

PLANEJAR :

  1. É o que define sentido e direção para atingir seu objetivo. Quanto melhor for, melhor será o resultado.
  2. Faça, confira, peça opinião, reveja. Nesta fase tudo custa muito menos e previne muita dor de cabeça.

FAZER:

  1. O planejamento não pode durar para sempre né? Levante da cadeira e “mãos a obra”.
  2. Mantenha a atenção no que planejou e no que acontece? Há desvios

CONTROLAR:

  1. O planejamento amadurece com o resultado do controle da execução. É do controle que o conhecimento do que “saiu diferente” aparece!
  2. Mantenha a atenção no que planejou e no que acontece? Há desvios? Registre em que ponto foi, em que atividade e qual foi a resposta dada naquele momento.

AGIR

  1. Com os registros obtidos na fase de controle, quais os procedimentos que podem/serão adotados?
  2. Pode definir, por exemplo, que os desvios do tipo X serão admitidos, os do tipo Y serão tratados da forma Z e os do tipo K serão o gatilho para impedir a continuidade dos trabalhos

Percebeu que ao passar pela fase de AGIR você já começou a fase de PLANEJAR? E que na fase de FAZER você também está na fase de CONTROLAR?

Tudo está interligado e a separação é de caráter didático mesmo.

Na teoria a prática é outra, como você sabe

 

 

Para fechar a conversa:

Neste post detalhamos o ciclo PDCA esperando ter alcançado nosso objetivo.

Mostramos exemplos e etapas

Ah e se você não sabe o que é Comissionamento, acompanha aqui que tem post do serviço.